3.9.07

Perdeu, prêibói!

Sério: R$ 400?

O que se compra com R$ 400? Um iPod Shuffle, daquele pequenininho e bonitinho que você prende na camisa enquanto corre no parque, sai por R$ 274,50.

Um edredom bacana, de 230 fios, vale algo em torno de R$ 330. Quem banca os acessórios da própria cama sabe que edredom é um roubo de que ninguém consegue escapar. Tipo cota de IPVA.

Pois meu ingresso para ver Spank Rock (não conheço muito), Hot Chip (esse é classudo), Björk (dizem que essa turnê Volta é chatinha, chatinha), Juliette and the Licks (prefiro a atriz), Arctic Monkeys (caio apenas moderadamente no hype) e The Killers (fake!) no Tim Festival, em São Paulo, Arena Anhembi, domingão, 18h30, saiu por exatamente R$ 400.

É o preço da tal área VIP. Mais conhecida como "a única área de onde os shows poderão ser acompanhados com um mínimo de decência".

Me senti vítima de seqüestro-relâmpago, juro. O ingresso me pareceu tão caro que quase dei meu carro de entrada. Mas era a única forma de assistir a toda essa gente e não gastar o dobro e ver metade do que eu quero ver (o que aconteceria fatalmente na cidade maravilhosa cheia de encantos mil).

Alguém me explica por que essa tarifa desproporcional?

Ainda mais num ano em que o Tim deu dezenas de passos para trás com uma escalação que, além de abandonar o tradicional figurão-bacana que sempre alegrava os mais nostálgicos (depois de Brian Wilson e Elvis Costello, por que não Neil Young acústico tocando os clássicos que todo mundo quer ouvir e dizer amém?), se mostra enferrujada, "desantenada" (existe o termo?) com o que rola por aí.

Cadê New Pornographers? Cadê The Shins, seria pedir muito? Merecíamos pelo menos Sufjan Stevens. Ou Interpol. Animal Collective seria jóia. Ou, quem sabe (seria uma maravilha), The National.

Já olhei para esse ingresso cinco vezes. Na quinta, ele olhou para mim e disse: "seu trouxa!"

6 comentários:

Rodrigo disse...

Pois que New Pornographers, Interpol, Sufjan Stevens, Animal Collective e The National cheguem para tocar aqui apenas daqui a uns 4 ou 5 anos, quando minhas chances de ir para o TIM subirão de de 1% para uns 10, hehe. (seria egoísmo de minha parte pedir isso?).

E essa seleção tá fraquinha mesmo (Killers não vale nem cinco reais). E também vai ter Antony and the Johnsons e Klaxons, ou não?

Tiago Superoito disse...

Klaxons não. Antony and the Johnsons vai ter, mas não vou ver (e dizem que o sujeito tá numa "fase alegre", não sei se vai ser legal).

Diego disse...

Ae, você vem!

Tiago Superoito disse...

Tá comprado!

daniel pilon disse...

eu nem tenho vontade de ir para esse dia e nem é pelo preço. queria mesmo ver as noites de cat power e antony e a da feist, mas ,pelo visto , já se esgotaram os ingressos.

Tiago Superoito disse...

Se eu comprasse esses ingressos, entraria na fila da Bolsa Família.